Miami, Florida, Aluguel Carro, Pontos turísticos, Praias, Onde ficar,

.
 


Veja tudo sobre a cota de 500 dólares dos Estados Unidos na alfândega do Brasil


Saiba tudo sobre a cota de 500 dólares dos Estados Unidos na alfândega do Brasil. Antes de fazer uma viagem para qualquer cidade dos EUA, é preciso compreender como funciona a cota que diz que, para qualquer turista, é permitido compras de até 500 dólares por lá. Na prática, por exemplo, é bem isso mesmo. No entanto, veja como não é tão simples assim e que existem várias dicas para você não se preocupar tanto com esses números na volta da sua trip. Confira o texto e divirta-se! 

Cota de 500 dólares dos Estados Unidos na alfândega do Brasil

Se você quer economizar na sua viagem, veja nossa matéria de dicas para economizar muito em Miami. São dicas imperdíveis que vão fazer você economizar muito. Com todas estas sugestões, você vai acabar planejando uma viagem muito mais barata e gastar bem menos por lá. Agora, veja todas as dicas sobre a cota de 500 dólares dos Estados Unidos na alfândega do Brasil.

Sobre a cota de 500 dólares dos Estados Unidos na alfândega do Brasil

O primeiro ponto que precisamos destacar para aqueles que estiverem indo até os Estados Unidos em uma primeira viagem é: é permitido que qualquer pessoa traga o equivalente a 500 dólares em produtos importados, sendo que, se isso for excedido, terá que fazer uma declaração e pagar um imposto sobre cada item que passar da cota. Mas, calma, pois esse valor não é tão pouco quanto parece. Se você estiver indo com a família, por exemplo, entenda que os 500 dólares serão para CADA pessoa - e, não para o grupo. E, olha que demais, crianças também entram nisso, portanto, possuem os 500 dólares também! 

Alfândega e cota de 500 dólares dos Estados Unidos

O que não está incluso na cota de 500 dólares

Além do fato de que cada indivíduo possui sua cota de 500 dólares para usar à vontade, é fundamental que você também saiba que existem produtos que não entram nesta questão. Sendo assim, veja quais são eles: 

1) livros

2) roupas

3) sapatos

4) produtos de higiene e beleza

5) 1 câmera fotográfica

6) 1 celular

7) 1 relógio

8) 1 óculos

Mercadorias não inclusas na cota de 500 dólares dos Estados Unidos

Apesar destes itens que acabamos de citar estarem "livres" para você trazer sem problemas em sua mala, é essencial tomar alguns cuidados. O primeiro, por exemplo, é que não é permitido trazer grandes quantidades de cada um. Portanto, não compre 10 pares de sapatos, pois, se for parado na alfândega, possivelmente, terá que se explicar e sofrer prejuízos. Outra coisa é que estas mercadorias que abordamos entram na categoria de "uso pessoal" para a viagem. Sendo assim, tire tudo que estiver com etiqueta e caixa, personalize o fundo de tela do seu celular com uma foto da viagem, tire fotos com a câmera fotográfica nova, etc. Tudo que puder julgar como de seu uso ao longo da trip, será melhor para não correr possíveis imprevistos, ok? 

Compras de eletrônicos nos Estados Unidos

O que está incluso na cota de 500 dólares

Agora, vamos ao que interessa: o que está incluso na cota de 500 dólares? Pois bem, são eles: filmadoras, vídeo game, tablets, notebooks, computadores, etc. Por eles serem itens bem caros, será muito difícil você trazer mais de um em sua viagem. Portanto, se atente a isso, tudo bem? Uma outra sugestão é que você adquira também alguns produtos na Free Shop, que possibilita que você ainda tenha MAIS 500 dólares além dos seus da viagem. Mas, saiba que isso só vale para a Free Shop de desembarque - no caso, a do Brasil! 

Free Shop para compras

O que fazer em casos de exceder a cota de 500 dólares 

Se, por acaso você exceder a cota de 500 dólares, na hora em que receber o formulário durante o voo, terá que marcar a opção "declarar". Depois disso, ao chegar no aeroporto do Brasil, terá que ir até a alfândega, onde o fiscal abrirá a mala e calculará os impostos. Funciona assim: o imposto é de 50% sobre o valor do que passar dos 500 dólares. Portanto, se tudo der 600 dólares, por exemplo, (passando 100 dólares do que é permitido) terá que pagar 50 dólares de imposto. Caso você arrisque passar pela alfândega sem declarar nada e for pego (a), terá que pagar 50% de imposto e MAIS 50% de multa.

Alfândega brasileira e cota de 500 dólares

Dicas importantes para quem vai à Miami

Depois de explicar tudo sobre a cota de 500 dólares dos Estados Unidos na alfândega do Brasil, tem algumas dicas importantes que quem vai à Miami precisa saber. A primeira é que tudo em Miami é bem afastado. As praias, outlets e pontos turísticos não ficam muito perto um dos outros. Por isso, Miami é um destino onde achamos fundamental alugar um carro, assim como Orlando e Califórnia. Se quiser, depois veja nossas dicas de como alugar um carro barato em Miami com tudo o que você precisa saber do assunto e como encontrar preços imbatíveis usando comparadores de preços.

Miami

A segunda dica é que Miami é enorme. Por isso é preciso ficar bem localizado, para aproveitar melhor sua viagem. Se quiser, depois veja nossa matéria de onde ficar hospedado em Miami, para se hospedar nas melhores regiões, perto dos pontos turísticos e das principais praias. 

Miami Beach

A terceira dica é poder usar seu celular à vontade em Miami, pois ele acaba sendo essencial. Você consegue usar os mapas para ir até os lugares, os aplicativos das praias e dos pontos turísticos, os aplicativos de cupons de desconto, os restaurantes que tem por perto e claro, ficar conectado nas redes sociais para mostrar para todo mundo sua viagem. E a dica principal é que você economiza uns 100 dólares, por não ter que alugar um GPS para o carro, pois usará o do celular. Se quiser, veja nossas dicas de chips pré pagos para usar o celular nos EUA. É super barato e você vai poder usar seu celular o dia inteiro. E, com a internet do celular funcionando, você poderá pesquisar tudo sobre a cota de 500 dólares dos Estados Unidos na alfândega do Brasil.

Dica importante do seguro viagem

Outra dica que é muito importante é não deixar de fazer um seguro viagem internacional. Se quiser, depois veja nossa matéria de seguro viagem internacional para Miami e veja todas as dicas de como fazer um bom seguro e conseguindo um preço incrível, mas não viaje sem um.

Mais algumas matérias imperdíveis para quem vai à Miami:

O que fazer e conhecer em Miami: Os lugares imperdíveis em Miami.
Compras em Miami: Guia completo para fazer boas compras em Miami.
Praias mais bonitas de Miami: As principais praias de Miami.

Postar um comentário

 
Top